Mitos e verdades sobre a gravidez

O avanço da tecnologia tem transformado a experiência da gravidez das mulheres modernas. Com o pré natal, as mulheres de hoje em dia são capazes até de saber o gênero do bebê com poucos meses de gestação, no entanto há mulheres tradicionais que preferem saber na hora do parto. A escolha em saber o que se está esperando depende de pessoa para pessoa, enquanto algumas querem saber o mais rápido possível, outras preferem uma surpresa.

A verdade é que a tecnologia tem contribuído para que as famílias possam se preparar para o nascimento da criança, podendo assim de fato, fazer o enxoval antes da criança nascer e ter mais tempo para aproveitar.

Mesmo com o avanço da tecnologia e diagnósticos cada vez mais precisos, ainda é possível que se gere bastantes mitos sobre a gravidez. Mitos que passam de geração para geração e continua a intervir na vida das gestantes às vezes ponto a gravidez em risco.  Com base nisso, preparamos uma série de mitos e verdade sobre a gestação!

Leia também: Calculadora gestacional da gravidez

Leia também: Cuidado! Veja 7 alimentos proibidos na gravidez

Leia também: Dicas para engravidar

Série de mitos e verdades sobre a gravidez

  • Mito: Ficar de cabeça para baixo e pés para cima após a relação facilita a fertilização.
    Realidade: Alguns especialistas dizem que permanecer deitada por até 30 minutos após a relação pode aumentar a probabilidade da gravidez, visto que o sêmen continua no corpo, porém não há um estudo que concretize isso.
  • Mito: O formato da barriga pode determinar o gênero da criança.
    Realidade: A crença popular costuma dizer que se a barriga estiver baixa, é menino e se estiver alta é menina, porém não é bem assim. A altura e formato da barriga é determinado pelo tônus muscular e posição do bebê. A maneira mais correta de determinar o gênero do bebê é através de uma ecografia.
  • Mito: A frequência cardíaca pode determinar se o bebê é menino ou menina.
  • Realidade: Apesar de não ser tão comum essa crença popular, em alguns lugares ela existe e é levada seriamente como algo correto. O batimento por minuto de um feto varia entre 120 a 160 batimentos por minuto; o mito crer que batimentos superiores a 140 por minuto é de uma menina, se menos que isso, um menino. Não existe nenhum estudo que compre tal eficácia.
  • Mito: O formato redondo do seu rosto durante a gravidez pode indicar o gênero da criança.
    Realidade: O mito crer que o rosto arredondado e rosado pode indicar que é uma menina. O formato do rosto e a cor da sua pele vai depender exclusivamente de como você vai ganhar peso durante a gravidez.
  • Mito: Ter relações durante a gravidez pode prejudicar a gestação.
    Realidade: Muitas mulheres de fato acredita que devem levar a gestação toda sem ter qualquer relação sexual com o marido. A verdade é que a menos que o médico proíba por alguma complicação na gravidez, todas as mulheres podem praticar relações sexuais durante todo o período de gestação.
  • Mito: Fazer exercícios durante a gravidez pode prejudicar a gestação.
    Realidade: Para se ter uma gestação saudável e não sofrer qualquer dificuldade durante o parto, é recomendável que se faça exercícios, principalmente para poder controlar o peso. Entre os exercícios mais recomendados estão: A hidromassagem, a Yoga e a caminhada. Consulte o seu médico caso tenha qualquer dúvida.
  • Mito: É preciso comer por dois durante a gravidez.
    Realidade: Esse é um dos maiores mitos e é um bordão usado pela maioria das gestantes, no entanto a prática desse ato não é recomendável pelos profissionais de saúde. Comer dobrado pode ocasionar no aumento de peso e isso pode prejudicar a formação do bebê.

Mulher sorrindo durante a gravidez.

ATENÇÃO Diariamente publicamos cupons para celulares no grupo do Facebook: Celulares Chineses e no canal do Telegram: Promochina clique e participe!

Comments

comments